Informações Turísticas

LLEIDA

Lérida (em espanhol) ou Lleida (em catalão e oficialmente) é uma cidade e município da província de homónima, da qual é capital, na comunidade autónoma da Catalunha, na Espanha. O município tem 211,7 km² de área e em 2016 tinha 138 144 habitantes (densidade: 652,5 hab./km²).

Catedral La Seu Vella

Catedral La Seu Vella

Chamada de "Iltrida", Indíbil e Mandonio defenderam a cidade dos cartagineses e dos romanos. No ano 205, passou a chamar-se "Ilerda". No final do século III, foi fortificada com uma ponte de pedra que foi destruída por bandos de bárbaros germânicos. Até o ano 716, a cidade foi ocupada por muçulmanos, passando a denominar-se "Lareda". Em 1149, foi tomada por Raimundo Berengário IV e por Ermengol VI de Urgell. Em 1300, criou-se a primeira universidade da Coroa de Aragão, activa até 1717, quando Filipe V ordenou o seu encerramento e destruição do burgo universitário. Deste período, conserva-se a antiga catedral Seu Vella (Sé Velha de Lérida).
Na sequência da Guerra dos Segadores, a cidade foi ocupada por forças catalãs e francesas. Em 1644, Lérida foi conquistada pelas forças espanholas lideradas pelo português Felipe da Silva.
O caminho-de-ferro chega à cidade em 1860. Actualmente, Lérida dispõe de sete pontes sobre o rio Segre, sem contar com a futura ponte que unirá a rua Príncipe de Viana com a avenida Tarradelles.

Orla de João Pessoa

Fachada interna da Catedral

Dentro do mesmo complexo, encontramos o Castillo de la Zuda, que foi a alcazaba na época do muçulmanos, onde viveu o último califa.

PraiaTambau

Castelo Del Rei La Suda



BARCELONA

Barcelona (em catalão: AFI: [bərsəˈɫonə]; em espanhol: AFI: [barθeˈlona]) é a capital da comunidade autônoma da Catalunha no Reino de Espanha, bem como o segundo município mais populoso do país, com uma população de 1,6 milhão dentro dos limites da cidade. A sua área urbana se estende para além dos limites administrativos da cidade com uma população de cerca de 4,7 milhões de pessoas, sendo a sexta área urbana mais populosa da União Européia, depois de Paris, Londres, Madri, Ruhr e Milão. É a maior metrópole do Mar Mediterrâneo, localizada na costa entre as foz dos rios Llobregat e Besòs, e limitada ao oeste pela Serra de Collserola, cujo pico mais alto é de 512 metros de altura.


Catedral da Sagrada Família

Catedral da Sagrada Fmília

Fundada como uma cidade da Roma Antiga, durante a Idade Média, Barcelona tornou-se a capital do Condado de Barcelona. Após a fusão com o Reino de Aragão, Barcelona continuou a ser uma cidade importante na Coroa de Aragão como um centro econômico e administrativo real e a capital do Principado da Catalunha. Barcelona possui uma rica herança cultural e é hoje um importante polo cultural e um destino turístico popular. Particularmente conhecidas são as obras arquitetônicas de Antoni Gaudí e Lluís Domènech i Montaner, que foram designadas Patrimônio Mundial da UNESCO. A sede da União para o Mediterrâneo está localizada em Barcelona. A cidade é conhecida por hospedar os Jogos Olímpicos de Verão de 1992, bem como conferências e exposições de classe mundial e também muitos torneios de esporte internacional.


Casa Batlló de Gaudi

Casa Batlló de Gaudi em Barcelona

Barcelona é um dos principais centros turísticos, econômicos, comerciais e culturais do mundo, sendo que sua influência no comércio, educação, entretenimento, mídia, moda, ciência e artes contribuem para o seu estatuto como uma das principais cidades mundiais.É um importante centro cultural e econômico na Península Ibérica, 24º no mundo (antes de Zurique e depois de Frankfurt) e um centro financeiro. Em 2008, tinha o quarto maior PIB urbano na União Européia e o 35º no mundo, com o PIB no valor de 177 bilhões de dólares.


Arco do Triunfo de Barcelona

Arco do Triunfo de Barcelona

Em 2009, a cidade foi classificada como a quarta melhor cidade da Europa para os negócios.[9] Desde 2011, Barcelona tem sido considerada uma cidade inteligente líder no continente europeu. A capital catalã é um centro de transporte, sendo que seu porto é um dos mais movimentados da Europa; um aeroporto internacional, o Aeroporto de Barcelona-El Prat, que atende mais de 40 milhões de passageiros por ano;uma rede de autoestradas e uma linha ferroviária de alta velocidade com ligação para a França e o resto da Europa.

Vista de Barcelona

Vista de Barcelona

Dentro do parque, além do museu dedicado a Miró, outras atrações disputam os olhares, como o Castell de Montjuïc, símbolo da repressão e das batalhas da Catalunha, de onde é possível ter uma vista panorâmica incrível do mar e da cidade, e a CaixaForum, centro cultural com vasta programação de exposições e eventos – e o melhor? Gratuito o ano todo! O MNAC (Museu Nacional d’Art de Catalunya), instalado no prédio do antigo Palácio Nacional, também fica por ali, assim como o Poble Espanyol, um grande museu ao ar livre que reproduz, em escala real, 115 construções. O local imita um vilarejo, formado por pequenas amostras de diferentes lugares da Espanha. Gracioso e interessante!


Casa Milà de Gaudi em Barcelona

Casa Milà de Gaudi em Barcelona

Com 1 milhão e meio de habitantes, a cidade de Barcelona desempenha um papel importante no cenário europeu. A cidade cultiva a tradição de polo cultural, favorecida historicamente pelo porto, que sempre funcionou como uma importante ligação entre a Península Ibérica, a Europa e o resto do mundo. Pelas ruas, a efervescência cultural é evidente em vários exemplos góticos e modernistas, estampados em prédios e monumentos – alguns, de autoria de Picasso, Miró e Gaudí.